Acne



O que é a Acne?

 

Acne é uma doença de pele que ocorre quando as glândulas secretoras de óleo (glândulas sebáceas) tornam-se inflamadas ou infectadas, provocando cravos, espinhas, cistos, caroços e cicatrizes. A acne aparece na puberdade induzida pelo início da produção de hormônios femininos (estrógenos) e masculinos

A manifestação da acne também está relacionada ao comportamentos de hormônios sexuais masculinos ou andrógenos encontrados tanto em homens quanto em mulheres. A elevação de níveis hormonais durante a adolescência causa aumento das glândulas sebáceas da pele, existentes nas regiões nas quais a acne é mais frequente, fazendo com que a doença seja muito comum na puberdade. No entanto, a doença não é exclusiva dessa faixa etária, e pode atingir jovens e adultos com mais de 40 anos. Outra causa importante e atual do aparecimento de acne é o uso de máscaras de proteção contra COVID 19 . Esta promove ambiente favorável ao crescimento bacteriano como calor e atrito sobre foliculos pilosos , porém de suma importância meio a pandemia de Coronavirus, por isso USE MÁSCARA e pratique distanciamento social at&eac ute; que todos estejamos vacinados e protegidos.

Estima-se que 80% dos casos tenham origem genética. O papel da dieta enquanto causa ainda não é claro. A higiene ou a luz do sol não parecem ter qualquer influência. No entanto, o tabagismo aumenta o risco de vir a desenvolver acne e a sua gravidade.

As glândulas sebáceas são intimamente ligadas aos folículos pilosos e produzem uma substância oleaginosa (sebo) que alcança a superfície da pele após seu esvaziamento através de uma abertura do folículo piloso. Este estimula as células da parede interna do folículo que se agrupam formando um "tampão" na superfície da pele. A associação de sebo e células propicia o crescimento bacteriano no interior do folículo. As bactérias em crescimento podem produzir substâncias que causam a ruptura da parede folicular. O sebo, bactérias e células descamadas da parede do folículo derramam-se na pele causando eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e pus – que denominamos "espinhas".




Técnicas de tratamento