Hiperidrose



O que é a Hiperidrose?

 

Suar além da conta é um drama que atinge cerca de 2% da população, mas boa parte dessas pessoas desconhece os métodos existentes para controlar a sudorese ou então não sabe que tem, de fato, alguma doença.

Em alguns casos, suar muito não é sinônimo de saúde. Denomina-se Hiperidrose, a síndrome caracterizada pelo suor constante em algumas regiões do corpo, principalmente mãos, pés, axilas e craniofacial. Segundo a Sociedade Internacional de Hiperidrose (IHS), a doença afeta mais de 176 milhões de pessoas em todo o mundo. Os primeiros sinais da doença são registrados no final da infância ou no início da adolescência, quando a pessoa está mais sensível às críticas externas, embora em locais como nuca, tronco e pés ela possa ocorrer já nos primeiros anos de vida.

A hiperidrose independe da temperatura do meio ambiente. Em algumas pessoas aparece em baixas temperaturas ambientais e em outras em altas temperaturas.

Os que sofrem deste distúrbio o percebe em momentos de tensão, ansiedade, situações de pressão psicológica e estresse, como nos períodos de vestibular, em uma entrevista de emprego e várias outras situações. Isso causa grande transtorno à vida do indivíduo que sofre da hiperidrose. O receio de cumprimentar, andar de mãos dadas, tirarem os sapatos ou tentativas constantes de esconder a marca de suor na blusa. Essas são algumas das atitudes que fazem parte da rotina de quem sofre com a hiperidrose.

Para quem transpira demais, atitudes simples, como digitar no teclado do computador, se espreguiçar ou usar uma sandália aberta, tornam-se um verdadeiro martírio físico e psicológico. Suar além da conta é um drama que atinge cerca de 2% da população, mas boa parte dessas pessoas desconhece os métodos existentes para controlar a sudorese ou então não sabe que tem, de fato, alguma doença.

O problema atinge tanto homens quanto mulheres e os primeiros sinais costumam surgir no final da infância ou começo da adolescência.