(11) 3083-3000
(11) 94792-5785

Acne

Acne

Acne é uma condição cutânea de longa duração caracterizada por áreas de pontos negros, pontos brancos, pústulas, pele oleosa e possibilidade de aparecimento de cicatrizes. Dependendo do grau de incidência, infecção e dimensão dos pontos de acne sobre a pele, as consequências na aparência podem provocar desde desconfortos pontuais, passando por ansiedade, diminuição da autoestima até, em casos extremos, depressão e pensamentos de suicídio.

Resulta de um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos e as áreas mais atingidas são o rosto, peito, ombro, costas e os braços e poderá levar a deformidade da face ou cicatrizes inestéticas
A manifestação da acne também está relacionada ao comportamentos de hormônios sexuais masculinos ou andrógenos encontrados tanto em homens quanto em mulheres. A elevação de níveis hormonais durante a adolescência causa aumento das glândulas sebáceas da pele, existentes nas regiões nas quais a acne é mais frequente, fazendo com que a doença seja muito comum na puberdade. No entanto, a doença não é exclusiva dessa faixa etária, e pode atingir jovens e adultos com mais de 40 anos.

Estima-se que 80% dos casos tenham origem genética. O papel da dieta enquanto causa ainda não é claro. A higiene ou a luz do sol não parecem ter qualquer influência. No entanto, o tabagismo aumenta o risco de vir a desenvolver acne e a sua gravidade.

As glândulas sebáceas são intimamente ligada aos folículos pilosos e produzem uma substância oleaginosa (sebo) que alcança a superfície da pele após seu esvaziamento através de uma abertura do folículo piloso. Este estimula as células da parede interna do folículo que se agrupam formando um “tampão” na superfície da pele.
A associação de sebo e células propicia o crescimento bacteriano no interior do folículo. As bactérias em crescimento podem produzir substâncias que causam a ruptura da parede folicular. O sebo, bactérias e células descamadas da parede do folículo derramam-se na pele causando eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e pus – que denominamos “espinha”.

Técnicas de Tratamento:

  • Antibióticos orais, anti seborréicos
  • Luzes Emitidas por Diodo (LEDs)
  • Luz de Banda Larga com Sucção
  • Peelings Químicos
  • Radiofrequência
  • Nd Yag
  • Nd Yag + Erbium Laser (Novidade)
  • Isotretinoína (roacutan)

Colaborou Dr. Fábio Alex Marques CREMESP 91.205
http://www.drfabioalex.com.br

""
1
Solicite um Contato
Nome
Fonecom DDD
Previous
Next